Compartilhar, , Google Plus, Linkedin, Whatsapp,

Imprimir

Publicado em

Moedas que transformam

A mumbuca, largamente aceita por serviços e estabelecimentos em Maricá (RJ), é o exemplo das mudanças operadas pelos bancos comunitários


Mumbuca

  • Mumbuca, moeda social de Marica. Foto de Gustavo Stephan
    Mumbuca, moeda social de Marica. Foto de Gustavo Stephan
    Mumbuca, moeda social de Marica. Foto de Gustavo Stephan
  • Mumbuca, moeda social de Marica. Foto de Gustavo Stephan
    Mumbuca, moeda social de Marica. Foto de Gustavo Stephan
    Mumbuca, moeda social de Marica. Foto de Gustavo Stephan
  • Mumbuca, moeda social de Marica. Foto de Gustavo Stephan
    Mumbuca, moeda social de Marica. Foto de Gustavo Stephan
    Mumbuca, moeda social de Marica. Foto de Gustavo Stephan
  • E-dinheiro, moeda social eletronica. Foto de Gustavo Stephan
    E-dinheiro, moeda social eletronica. Foto de Gustavo Stephan
    E-dinheiro, moeda social eletronica. Foto de Gustavo Stephan
  • E-dinheiro, moeda social eletronica. Foto de Gustavo Stephan
    E-dinheiro, moeda social eletronica. Foto de Gustavo Stephan
    E-dinheiro, moeda social eletronica. Foto de Gustavo Stephan
  • E-dinheiro, moeda social eletronica. Foto de Gustavo Stephan
    E-dinheiro, moeda social eletronica. Foto de Gustavo Stephan
    E-dinheiro, moeda social eletronica. Foto de Gustavo Stephan
  • Mumbuca, moeda social de Marica. Foto de Gustavo Stephan
    Mumbuca, moeda social de Marica. Foto de Gustavo Stephan
    Mumbuca, moeda social de Marica. Foto de Gustavo Stephan
  • Mumbuca, moeda social de Marica. Foto de Gustavo Stephan
    Mumbuca, moeda social de Marica. Foto de Gustavo Stephan
    Mumbuca, moeda social de Marica. Foto de Gustavo Stephan
  • E-dinheiro, moeda social eletronica. Foto de Gustavo Stephan
    E-dinheiro, moeda social eletronica. Foto de Gustavo Stephan
    E-dinheiro, moeda social eletronica. Foto de Gustavo Stephan

 

Bancos do Bem

 


Escrito por Gustavo Stephan

Gustavo Stephan

Mineiro de Juiz de Fora (MG), o fotógrafo formou-se em Ciências Sociais pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Passou pouco mais de duas décadas trabalhando no Globo e publicou três livros: "Patrimônios Culturais Brasileiros", sobre 18 monumentos históricos do pais; "Dias na Antártica", quando acompanhou a expedição do navegador Amyr Klink durante 68 dias no continente gelado, e "Por Onde Andamos", onde documentou, por cinco meses, a vida dos caminhoneiros brasileiros, entre o Brasil e a Argentina.

8 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *