Compartilhar, , Google Plus, Linkedin, Whatsapp,

Imprimir

Publicado em

Costões cariocas em imagens: visíveis do alto ou do mar

Arte da natureza em eterno movimento em um sobe e desce constante escrito pelas marés. Por Custodio Coimbra.


São quilômetros e quilômetros de pedra e água formando desenhos e esculturas onde o homem não entra, não toca, não mete a mão. Arte da natureza em eterno movimento em um sobe e desce constante escrito pelas marés. São pedras de varias formatos, cores, ranhuras. Formam platôs, cavernas e grotões. Os costões do Rio vão do Pão de Açúcar a Marambaia. Passa pelo Leme, Copacabana, Ipanema, Leblon, e tem seu mais belo conjunto na Avenida Niemeyer. Segue por São Conrado, Barra, Grumari. E as Ilhas, Rasa, Cagarras, Tijucas e outras menos famosas. São visíveis do alto ou do mar. Veja abaixo os costões cariocas em imagens feitas pelo fotógrafo Custódio Coimbra.


Escrito por Custodio Coimbra

Fotógrafo de imprensa há 36 anos, Custodio Coimbra, 61 anos, passou pelos principais jornais do Rio e há 25 anos trabalha no jornal O Globo. Nascido no Rio de Janeiro, é hoje um artista requisitado entre colecionadores do mercado de fotografia de arte. Além de fotos divulgadas em jornais e revistas mundo afora, participou de dezenas de mostras coletivas no Brasil e no exterior. Tem sua obra identificada com a história e a paisagem do Rio de Janeiro.

33 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *