Piauí Conectado integra áreas de educação, saúde e segurança do estado

Piauí Conectado: ponto de Wi-Fi gratuito em um dos 101 municípios do estado atendidos pelo projeto de inclusão digital (Foto: Divulgação)

Projeto beneficia mais de 2,5 milhões de pessoas em 101 municípios com serviços públicos digitais e acesso à internet de alta velocidade

Por #Colabora | ODS 9 • Publicada em 28 de setembro de 2021 - 08:04 • Atualizada em 28 de setembro de 2021 - 15:50

Compartilhe

Piauí Conectado: ponto de Wi-Fi gratuito em um dos 101 municípios do estado atendidos pelo projeto de inclusão digital (Foto: Divulgação)

De cada 100 domicílios no Brasil, apenas 51 têm acesso à internet com banda larga fixa, num total de 36 milhões de endereços. Quando o recorte é por região, no Nordeste a proporção é ainda menor. De cada 100 residências, somente 28,5, ou 5,2 milhões, têm conexão com internet de alta velocidade. Já o acesso à rede via celular chega a 89% dos domicílios nordestinos. Os dados são da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e evidenciam mais um aspecto da desigualdade no país. O projeto Piauí Conectado, implementado durante a pandemia, tem como objetivo democratizar o acesso à internet de banda larga fixa no estado, atendendo as áreas de educação, saúde e segurança.

Leu essas? Todas as reportagens da série “Recife, a capital mais desigual do Brasil

O projeto foi concebido como uma Parceria Público Privada (PPP), em 2018, entre o governo estadual e a empresa de Mato Grosso vencedora da concorrência, a GlobalTask, que contratou a Nexa, parceira capixaba da Cisco, para planejar e integrar as soluções de tecnologia. Com a parceria, foi instalada durante a pandemia uma rede de fibra óptica em 101 municípios do estado, beneficiando 85% da população (mais de 2,5 milhões de pessoas). Essa primeira fase do projeto Piauí Conectado custou cerca de R$ 100 milhões e empregou direta e indiretamente mais de 500 pessoas, além de promover ações sociais e cursos profissionalizantes. A segunda etapa, em andamento, prevê expandir o acesso público à internet de alta velocidade para todos os 224 municípios do estado.

Pela plataforma de reuniões virtuais Cisco Webex, o Piauí Conectado já permitiu que mais de 500 famílias “visitassem” parentes internados com covid-19. Na área de educação, o projeto capacitou digitalmente cerca de cinco mil pessoas, através do programa Cisco Networking Academy. Alguns desses profissionais foram contratados para trabalhar na expansão do Piauí Conectado, o que levou a Nexa a ser reconhecida pela multinacional Cisco com o prêmio Social Impact Partner of the Year.

“Foram diversos os desafios, desde desenhar uma arquitetura de soluções Cisco que atendesse aos requisitos técnicos previstos no edital até o modelo comercial”, diz Luciano Barcellos, vice-presidente de Vendas Globais da Nexa Tecnologia.

Piauí Conectado em números

  • 101 municípios contemplados (com previsão de alcançar os 224 do estado)
  • +5 mil profissionais capacitados digitalmente pela Academia Cisco
  • +500 famílias com visitas virtuais a parentes internados com covid-19
  • +1 milhão de pessoas cadastradas com o apoio do projeto para receber auxílio emergencial
  • 525 pontos interligando escolas e oferecendo acesso à internet de alta velocidade aos alunos
  • 215 pontos de conexão na área de segurança, com serviços digitais como registro de ocorrências
  • 80 pontos de conexão em postos de saúde, UPAs e hospitais, com marcação de consultas e telemedicina
  • 38 pontos de conexão para agilizar serviços tributários, como regularização de empresas
  • 497 pontos de conexão para a administração pública em geral

#Colabora

Texto produzido pelos jornalistas da redação do #Colabora.

Newsletter do Colabora

Nossa newsletter é enviada de segunda a sexta pela manhã, com uma análise do que está acontecendo no Brasil e no mundo, com conteúdo publicado no #Colabora e em outros sites.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *