Exército em Brasília, flores na Maré

A turbulenta busca por um caminho de paz no conjunto de favelas do Rio e por mais legitimidade na capital

Por #Colabora | fotogaleria • Publicada em 24 de Maio de 2017 - 21:26 • Atualizada em 26 de Maio de 2017 - 12:59

Fogo e fumaça na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Foto Andressa Anholete/AFP

No mesmo dia em que o centro do poder no Brasil ardeu na batalha da crise política, um dos maiores conjuntos de favelas do Rio fez um apelo dramático pela paz. Uma passeata ocupou algumas das principais ruas da Maré, reivindicando o fim dos tiroteios nas comunidades populares, batalhas que mataram inclusive crianças, vítimas de balas perdidas. Simultaneamente, Brasília foi paralisada por uma batalha entre a polícia do Distrito Federal e manifestantes contrários ao moribundo governo Temer. Os prédios da Esplanada dos Ministérios foram esvaziados, houve feridos, incêndios e depredações. O presidente assinou um decreto convocando as Forças Armadas para garantir a segurança.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *