• Pelo Cais do Valongo, em apenas 20 anos, passaram pelo menos 500 mil escravos. Foto Oscar Valporto

    Publicado em

    Memória e história maltratadas

    Novembro chega e, com ele, um convite para a solenidade de tombamento pelo Inepac (Instittuto Estadual do Patrimônio Cultural) do Cais do Valongo – sítio arqueológico descoberto na Gamboa durante as obras no porto para os Jogos Olímpicos 2016. Pelo Cais do Valongo, em apenas 20 anos, passaram pelo menos 500 mil escravos, parte significativa […]

    Leia mais

  • Sítio Arqueológico do Caís do Valongo. Foto Iphan

    Publicado em

    Escavação genética

    “Ancestralidade: legado de antepassados; atavismo, hereditariedade”. Muito mais que uma definição em um dicionário, a palavra ganha força no século 21 com o apoio da ciência. Ao longo desses 130 anos a partir da abolição da escravidão, têm sido inúmeras as tentativas da população negra de recuperar a memória de suas origens perdidas quando os […]

    Leia mais

  • Centro para detenção de imigrantes na Líbia. Foto Taha Jawashi/AFP

    Publicado em

    Veias abertas da escravidão

    Em pleno novembro da Consciência Negra, o Brasil soube da existência de mercados de escravos na Líbia, país mergulhado no caos institucional desde a queda do líder Muamar Khadafi, em 2011. A denúncia não é nova; há anos organizações da sociedade civil documentam maus-tratos e negociações de migrantes e refugiados em território líbio. Mas uma […]

    Leia mais

  • Jovem carvoeiro carrega tronco num dos muitos fornos clandestinos da Região Amazônica. Foto Antonio Scorza

    Publicado em

    A batalha contra a escravidão

    O que une as histórias de Francisco das Chagas da Silva Lira, trabalhador rural de 38 anos que morava no Pará, região norte do Brasil, e Abdullah Muhammed, 47 anos, um imigrante do Sudão que vivia na Itália? Ambos foram vítimas da escravidão moderna. Francisco foi resgatado da fazenda Brasil Verde, no Pará, por fiscais […]

    Leia mais

  • Fachada do restaurante Senzala, no Alto Pinheiros, em São Paulo. Foto Adriana Barsotti

    Publicado em

    Escravidão à mesa

    (Reportagem de Adriana Barsotti e Aydano André Motta) – Que tal pedir um filé Senzala com uma caipirinha Senzala enquanto seu filho saboreia um Clubinho Senzala? O almoço custaria R$ 120, sem o serviço. O preço não chega a ser indigesto para os padrões de mercado. Já o nome que batiza os pratos  e o […]

    Leia mais

  • Muitos dos escravos morreram nos navios, antes de chegar ao Brasil. Foto de Alex Ferro

    Publicado em

    Memória da escravidao

    A chegada dos últimos dias de março tem deixado a carioca Merced Guimarães, 60 anos, inquieta e preocupada. Sentada à frente de seu computador, “que insiste em dar defeito quando mais precisa”, e com o celular sempre à mão, a presidente do Instituto dos Pretos Novos (IPN), organização cultural da região portuária do Rio de […]

    Leia mais