Compartilhar, , Google Plus, Linkedin, Whatsapp,

Imprimir

Publicado em

Vítimas da Baía de Guanabara

No Dia Mundial da Água, galeria mostra o drama dos pescadores artesanais, que sofrem com pobreza e doenças


A comunidade de pescadores artesanais da Baía de Guanabara teve a última esperança de salvação de seu habitat soterrada junto com a Rio 2016. A promessa feita pelo governo, como contrapartida pela realização dos Jogos Olímpicos, de despoluir 80% das águas da baía, fracassou. Atualmente o estado de degradação e abandono é crítico, e 8 mil pescadores estão pagando o preço. Faltam áreas para pescar, sobram doenças e pobreza.  Esta galeria de fotos apresenta uma pequena parte de um longo trabalho de investigação da vida nessa comunidade, premiado com uma menção honrosa no Picture of the Year, na categoria meio ambiente. Clique ou toque na imagem para ver. 

À esquerda do Cristo


Escrito por Dario De Dominicis

Dario De Dominicis

Trabalha como fotógrafo profissional desde o 1993. Suas fotografias
foram publicadas em várias publicações internacionais (Newsweek, Sunday Time, El Pais, Der Spiegel, Le Monde). Entre 2002 e 2009 deu aula de fotojornalismo no Instituto Estadual de Cinema e Televisão Roberto Rossellini em Roma. Em 2004, publica seu primeiro livro: "Uma
História cubana" Ed. Postcart, um projeto que resume 14 anos de investigação fotográfica sobre a complexa transformação que a ilha socialista vivenciou depois da queda do campo socialista na Europa. Desde 2009 mora no Rio de Janeiro. Em 2013 e 2016, ministra um
workshop no Festival Internacional de Fotografia “Paraty Em Foco”.

1 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *