Compartilhar, , Google Plus, Linkedin, Whatsapp,

Imprimir

Publicado em

Força na peruca

Campanha para doações a pacientes do Inca completa 10 anos

Daniela Fizspan: campanha para pacientes câncer
A empresária Daniela Fiszpan: campanha para elevar a autoestima de pacientes câncer

Ao escrever o romance “A mulher de trinta anos” (1842), Honoré de Balzac ajudou a criar um termo muito usado no universo feminino e que mais tarde se consolidou como a crise dos 30. No caso da empresária carioca Daniela Fiszpan, o ingresso no rol  das balzaquianas provocou uma mudança de alguma maneira inspirada pelos cursos de Cabala. Terceira geração de uma tradicional família de comerciantes, ela começou a se questionar sobre a necessidade de dar um sentido mais profundo para sua trajetória. Era o início dos anos 2000.

– Eu estava a fim de fazer algo que estivesse ao meu alcance, dentro do meu ramo de negócio, para ajudar os outros – lembra Daniela.

Ao ler o best-seller mezzo auto-ajuda “Rumo a uma vida significativa”, do rabino ortodoxo Menachen Mendel Schneerson, teve a ideia de arrecadar perucas – produto que é carro-chefe de sua marca, Fiszpan – para pacientes com câncer. Criou, em 2007, a Campanha do Bem, em prol do Inca Voluntário, do Instituto Nacional do Câncer.

Nós higienizamos, recuperamos, damos um corte novo à peruca antiga e doamos para o Inca

Daniela Fiszpan
Empresária

O evento beneficente, que celebra este ano sua 10a edição, incentiva a doação de perucas, oferecendo descontos a quem compra um modelo novo na loja.

– Nós higienizamos, recuperamos, damos um corte novo à peruca antiga e doamos para o Inca. Acabamos contribuindo para a criação e manutenção de uma espécie de perucoteca – explica a empresária.

Fundada pelo avô de Daniela há mais de 80 anos, a Fiszpan é referência na moda e no mercado de perucas, apliques e acessórios. Autoestima é um dos conceitos ligados a este universo da beleza promovido pela marca. Em dez anos de campanha, foram arrecadadas 1.527 perucas. Por um sistema de empréstimo, pacientes do Inca têm acesso a modelos que custam, em média, R$ 2 mil.

Modelo de peruca: chanel
Modelo de peruca: chanel

– O cabelo é tão importante para as mulheres. É um momento delicado quando ocorre a queda dos fios. Mexe muito com as pacientes. Esta campanha contribui para a melhora da autoestima delas e, portanto, ajuda na resposta dos tratamento – comenta Angélica Nasser, supervisora do Inca Voluntário. – A paciente entra na nossa sala (perucoteca), interage com os voluntários, experimenta as perucas, os lenços…E sai dali renovada.

Como as perucas são emprestadas, as pacientes podem variar de modelo ao longo do tratamento. Basta devolver  uma (sem prazo) e pegar outra diferente. A Campanha do Bem, que já teve madrinhas como as atrizes Luana Piovani e Susana Viera, este ano conta  com Lavínia Vlasak. O encerramento será dia 26 de julho. A meta é alcançar a marca de 2 mil perucas doadas ao Inca.

Escrito por Melina Dalboni

Melina Dalboni

É jornalista e advogada. Trabalhou no jornal O Globo, onde colaborou como repórter nas colunas Ancelmo Gois e Gente Boa e no caderno ELA/O Globo. Escreveu para publicações como Veja Rio, Folha de S.Paulo, Elle e Marie Claire. É sócia da Me Gusta Produções, atua como consultora do programa Superbonita (GNT) e integra o time de colaboradores do diretor de TV e cinema Luiz Fernando Carvalho.

2 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *