• Em 2016, foram registrados seis acidentes por escalpelamento nos rios do Pará. Foto Thiago Gomes/Agência Pará

    Publicado em

    Escalpelamento amazônico

    A brutalidade é tanta, que o desmaio é inevitável. O despertar, no hospital, revela uma mudança dramática e definitiva de vida. Além das dores crônicas impostas pela mutilação, as vítimas de escalpelamento também sofrem com o preconceito e a falta de políticas públicas. Segundo a Defensoria Pública da União, 90% são mulheres e meninas de […]

    Leia mais

  • Publicado em

    No topo do Mapa da Violência

    Com 108 mil habitantes, 30% a mais do que possuía antes de ter sua rotina virada do avesso pela construção da usina hidrelétrica de Belo Monte, Altamira, no Pará, está no topo do ranking das cidades mais violentas do país. A cidade do Norte do país tem taxa de 107 homicídios por 100 mil habitantes – […]

    Leia mais

  • Publicado em

    O que está em jogo no Xingu

    Desenvolvimento econômico ou proteção do meio ambiente? Empregos ou preservação de um estilo de vida tradicional? Geração de renda ou natureza intocada? Os moradores da região de Altamira, Senador José Porfírio e Vitória do Xingu, cidades situadas na chamada Volta Grande do Rio Xingu, enfrentam estas questões desde a construção da Usina de Belo Monte, […]

    Leia mais

  • Publicado em

    Mundurukus contra usina em Tapajós

    O povo Munduruku iniciou ontem um protesto contra a hidrelétrica de Tapajós. Ao longo das próximas semanas, serão instaladas 50 placas nos limites do território, idênticas às usadas pelo governo na identificação de terras indígenas. As placas serão espalhadas para delimitar a Terra Indígena Sawré Muyby, em Itaituba, no Pará, que foi reconhecida pela Fundação […]

    Leia mais

  • Aos 12 anos, Vanderlei é um rapazinho miúdo que frequenta a escola numa série atrasada para a sua idade

    Publicado em

    Coração valente

    O menino magro e frágil atravessou de bicicleta, e num fôlego só, os mil metros de ruas de terra do bairro do Moconha até a delegacia. Entrou apressado, lágrimas pelo rosto e pânico injetado nos olhos. Falou com os pulmões plenos de coragem: “Por favor, por favor! Vocês têm que fazer alguma coisa! Ele tá […]

    Leia mais