LGBT+60: série do #Colabora vence Melhor Roteiro e Melhor Direção no Rio WebFest

Yuri Alves Fernandes, diretor e roteirista, na premiação no Rio WebFest

Criada e dirigida por Yuri Alves Fernandes, obra levou os prêmios no segmento Não Ficção. Festival é considerado o principal do mundo.

Por Yuri Alves Fernandes | ODS 16 • Publicada em 29 de novembro de 2023 - 16:19 • Atualizada em 15 de janeiro de 2024 - 09:41

Yuri Alves Fernandes, diretor e roteirista, na premiação no Rio WebFest

Inédita e premiada. A terceira temporada de “LGBT+60: Corpos que Resistem”, a ser veiculada pelo #Colabora, venceu duas importantes categorias do Rio WebFest, considerado o principal festival de webséries do mundo. A obra, criada e dirigida por Yuri Alves Fernandes, levou os prêmios ‘Zé’ de Melhor Roteiro (não ficção) e Melhor Direção (não ficção) na cerimônia realizada nesta terça-feira, 28, na Cidade das Artes Bibi Ferreira, Rio de Janeiro. “LGBT+60” também concorria nas categorias Melhor Série de Diversidade, Melhor Série de Variedades e Voto Popular. Foi a primeira vez que a websérie, lançada em 2018, entrou na disputa. A nova temporada está prevista para ser lançada em janeiro de 2024. 

Saiba mais: Confira aqui a lista completa dos vencedores do Rio WebFest

O Rio Webfest é o principal festival internacional de conteúdos dramatúrgicos para web no mundo e pioneiro no Brasil, com início em 2015 na zona portuária do Rio de Janeiro. Além das premiações e rodadas de negócio, o festival promove o produto audiovisual nacional e ajuda criadores a encontrar mercado fora do país. Em outras edições, o #Colabora já concorreu com as webséries “Pedalando até 2030” e “Comendo Lixo”. 

LGBT+60: série do #Colabora vence duas categorias no Rio WebFest
Yuri Alves Fernandes, diretor e roteirista, com os prêmios das categorias Melhor Roteiro e Melhor Direção (não ficção).

A nova temporada

A websérie documental ‘LGBT+ 60: Corpos que Resistem’, que já acumula 1,5 milhão de views no Youtube nas duas primeiras temporadas, narra a trajetória de idosos LGBT+ no Brasil e suas histórias marcadas pela resistência política e social. Em cinco episódios, a nova temporada contará com as participações da ativista Denise Taynáh Leite (74), o jornalista Márcio Guerra (63), a influenciadora Ana Apocalypse (65), a drag queen Luiza Gasparelly (60) e Seu Franco (67). As locações acontecem nas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo e Juiz de Fora.

São corpos que resistem, amam e também celebram. E são histórias que vão trazer ainda mais esperança e ajudar a afastar o medo que muitos de nós, pessoas LGBT+, temos da velhice justamente por falta de uma maior representatividade

Yuri Alves Fernandes
Roteirista e diretor

Para a sequência, Yuri Alves Fernandes revela que pretende, com as entrevistas, trazer um olhar sobre as celebrações e o orgulho que vêm após os 60 anos. “Muitas vezes por conta da LGBTfobia várias conquistas da nossa comunidade são adiadas. Vamos ter a Ana e a Denise, duas mulheres trans que após muita luta podem, hoje, celebrar e compartilhar suas histórias e existências. O Márcio, que entrou no processo de adoção e tornou-se pai na terceira idade. E ainda a Luiza que celebra a chegada dos 60 no palco, trabalhando e inspirando novas gerações. São corpos que resistem, amam e também celebram. E são histórias que vão trazer ainda mais esperança e ajudar a afastar o medo que muitos de nós, pessoas LGBT+, temos da velhice justamente por falta de uma maior representatividade”.

LGBT+60: série premiada do #Colabora terá nova temporada com cinco episódios
Yuri Alves Fernandes, idealizador de LGBT+60, com Denise Taynáh

A continuidade de ‘LGBT+60’ é fruto de um edital do programa de Fomento do Audiovisual Carioca 2022, gerido pela RioFilme, órgão vinculado à Secretaria de Governo e Integridade Pública (Segovi) da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro. O projeto será assinado, pela primeira vez, pela produtora audiovisual Vintepoucos e terá uma equipe majoritariamente LGBT+.

Prêmios

Em 2018, ‘LGBT+60’ conquistou o Prêmio Longevidade Bradesco Seguros na categoria Jornalismo Web. Em 2019, venceu o 20º Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade LGBT+ na categoria Audiovisual e Arte Cênicas. A premiação é organizada pela Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo (APOLGBT-SP). Dois anos depois, ficou com a menção honrosa na Mostra Cine Diversidade, do Rio de Janeiro. Em 2023, ocupou uma exposição no Museu da República, no Rio.

LGBT+60: série do #Colabora vence duas categorias no Rio WebFest
Guilherme Maia, Yuri Alves Fernandes, Gab Meinberg e Giulia da Graça: parte da equipe da nova temporada de LGBT+60

Duas temporadas no ar

Os primeiros cinco episódios da série ‘LGBT+60’, lançada em 2018, mostram personagens reais sobreviventes de uma sociedade LGBTfóbica. São eles: João Nery (in memoriam), João Silvério Trevisan, Yone Lindgren, Martinha (in memoriam) e Anyky Lima (in memoriam). Eles relembram os fatos vividos na infância – uma época em que quase não se falava sobre diversidade; a violência da ditadura militar; o preconceito na terceira idade e o caminho de volta para o armário, que acaba sendo a realidade de muitos.

Outros três depoimentos, de 2019, completam a websérie, veiculada no canal do Youtube do #Colabora. Dessa vez, as histórias são sobre casais na terceira idade que vêm superando a intolerância e, hoje, celebram o amor e abrem caminhos para as novas gerações. Participam Eduardo Michels e Flávio; Ana Beatriz Ruppelt e Tereza Cebalos; Angela Fontes e Willmann Defacio. Confira os episódios das duas temporadas aqui!

Ficha Técnica

Roteirista e diretor: Yuri Alves Fernandes (@yurifernands)
Diretor de fotografia: Gab Meinberg (@gabmeinberg)
Captação: Le Jorge (@lejorgeramos) e Guilherme Maia (@guimaiap)
Produção: Giulia da Graça (@giuliadagraca) e Tatiana Coelho (@_tatianacoelho)
Som: Felipe Gali (@ofelipegali)
Drones: Hugo Rodrigues (@eu_escolhimudar), Diego Quetz (quetz_drone) e Vinicius Meirelles (meirellesvini_)
Produtora: Vintepoucos (@avintepoucos)
Apoio: Marins – Projetos e Soluções (@marinsprojetos)
Patrocínio: Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro (@prefeitura_rio / @_riofilme)
Veiculação: Colabora – Jornalismo Sustentável (@colabora)

LGBT+60: série premiada do #Colabora terá nova temporada com cinco episódios
Jornalista Márcio Guerra entrou no processo de adoção do Phellipe após os 60 anos. (Foto: Gab Meinberg)
LGBT+60: série premiada do #Colabora terá nova temporada com cinco episódios
Parte da equipe de LGBT+60 – Yuri Alves Fernandes, Giulia da Graça, Guilherme Maia, Felipe Gali e Gab Meinberg com Luiza Gasparelly
LGBT+60: série premiada do #Colabora terá nova temporada com cinco episódios
Bastidores das gravações de LGBT+60 com Denise Taynáh na Turma OK, no Rio de Janeiro

Yuri Alves Fernandes

Jornalista e roteirista do #Colabora especializado em pautas sobre Diversidade. Autor da série “LGBT+60: Corpos que Resistem”, vencedora do Prêmio Longevidade Bradesco e do Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade LGBT+. Fez parte da equipe ganhadora do Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos, com a série “Sem direitos: o rosto da exclusão social no Brasil”. É coordenador de jornalismo do Canal Reload e diretor do podcast "DáUmReload", da Amazon Music. Já passou pelas redações do EGO, Bom Dia Brasil e do Fantástico. Por meio da comunicação humanizada, busca ecoar vozes de minorias sociais, sobretudo, da comunidade LGBT+.

Newsletter do #Colabora

Um jeito diferente de ver e analisar as notícias da semana, além dos conteúdos dos colunistas e reportagens especiais. A gente vai até você. De graça, no seu e-mail.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *