LGBT+60, série do #Colabora, vence 20º Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade LGBT+

LGBT+60 é uma websérie documental, produzida pelo jornalista Yuri Fernandes, que narra, por meio de depoimentos, a trajetória de idosos LGBT+ no Brasil e suas histórias marcadas pela resistência política e social com um olhar humano e sensível

Série concorreu na categoria Audiovisual e Artes Cênicas. Prêmio, referência no país, é organizado pela Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo

Por #Colabora | ODS 16 • Publicada em 29 de junho de 2021 - 15:30 • Atualizada em 1 de julho de 2021 - 13:04

Compartilhe

LGBT+60 é uma websérie documental, produzida pelo jornalista Yuri Fernandes, que narra, por meio de depoimentos, a trajetória de idosos LGBT+ no Brasil e suas histórias marcadas pela resistência política e social com um olhar humano e sensível

LGBT+60: corpos que resistem, série do #Colabora de autoria do jornalista e roteirista Yuri Fernandes, venceu o 20º Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade LGBT+ na categoria Audiovisual e Arte Cênicas. A premiação é organizada pela Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo (APOLGBT-SP) e, este ano, contou com a parceria do Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+. O objetivo foi premiar e homenagear iniciativas e produções culturais que promovem o debate e o entendimento sobre a vivência e o respeito a todo tipo de diversidade. Concorreram também na categoria a série da FX “Pose” e a websérie “Patrícia”. Este é o segundo prêmio de LGBT+60, que, em 2019, também conquistou o Longevidade Bradesco Seguros na categoria Jornalismo Web.

A cerimônia do Prêmio Cidadania aconteceu de forma virtual pelo canal do Youtube da Parada LGBT+ de São Paulo (clique para assistir). O cantor Brunelli, a artista performática da noite paulistana Marcinha do Corinto, o maestro Ettore Veríssimo e o pianista Gabriel Fabbri do Coral Câmara LGBT do Brasil foram as atrações do evento, que teve Gretta Star e Tico Malagueta na apresentação. Em vídeo exibido na cerimônia, o jornalista Yuri Fernandes falou sobre a importância do prêmio e da abordagem das velhices LGBT+.

“Eu estou muito feliz porque eu sou apaixonado por esse projeto, que a princípio partiu de uma ideia muito simples: ouvir histórias. E foi isso que eu fiz, entrevistando alguns idosos LGBT+ Brasil afora. Mas toda a bagagem de resistência e luta dessas pessoas fizeram com que essa websérie se tornasse algo muito maior, em vários sentidos. Inclusive, pessoais. E que bom que essa temática da diversidade na terceira idade está tendo esse espaço. Porque a gente deve e muito a essas pessoas que deram, literalmente, a cara a tapa por nós da comunidade. E muitas vezes elas são esquecidas”, declarou. Mineiro de Ipatinga, Yuri fez questão de dedicar o troféu aos entrevistados do projeto que morreram nos últimos anos. 

“Obrigado a toda equipe que esteve comigo nesta jornada, a todo mundo que votou, ao time do #Colabora, aos meus entrevistados e em especial àqueles que já se foram, mas seguem deixando seu legado. João Nery, Martinha e Anyky Lima. É nosso!”. 

Os três finalistas de cada categoria foram definidos após a indicação livre do público por meio de um formulário. Os mais lembrados foram classificados para a fase final e concorreram por meio de votação popular. Foram ao todo cerca de 2,5 mil indicações. Conheça todos os vencedores:

Audiovisual & Artes Cênicas: LGBT+60, #Colabora
Literatura: Devassos no Paraíso, de João Silvério Trevisan
Iniciativas e Ações Pró-LGBT: EducaTransforma
Digital Influencer: Rita von Hunty
Celebridade Aliada: Padre Júlio Lancellotti
Esportes: Marta Silva
Empresa: Dow
Marketing & Publicidade: #OrgulhoNãoParada, da Ambev
Tema do Ano: Grupo Pela Vidda e Unaids Brasil

A trajetória de idosos LGBT+ no Brasil

LGBT+60 é uma websérie documental que narra, por meio de depoimentos, a trajetória de idosos LGBT+ no Brasil e suas histórias marcadas pela resistência política e social com um olhar humano e sensível. As locações acontecem nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Bahia.

Os primeiros cinco episódios da série LGBT+60, lançados em 2018, mostram personagens reais sobreviventes de uma sociedade LGBTfóbica (assista ao teaser acima). São eles: João Nery, João Silvério Trevisan, Yone Lindgren, Martinha e Anyky Lima. Eles relembram, entre vários assuntos, os fatos vividos na infância (uma época em que quase não se falava sobre diversidade); a violência da ditadura militar; o preconceito na terceira idade e o caminho de volta para o armário, que acaba sendo a realidade de muitos deles.

Outros três depoimentos, de 2019, completam a websérie, veiculada no canal do YouYube do #Colabora (assista ao teaser abaixo). Dessa vez, as histórias são sobre casais na terceira idade que vêm superando a intolerância e, hoje, celebram o amor e abrem caminhos para as novas gerações. Participam Eduardo Michels e Flávio; Ana Beatriz Ruppelt e Tereza Cebalos; Ângela Fontes e Willman Defacio.

A equipe de produção da série conta também com Pedro Vianna, Leandro Borboleta, David De La Cadena, Karol Azevedo, Raphael Monteiro e Felippe Franco e Bárbara Lopes.

#Colabora

Texto produzido pelos jornalistas da redação do #Colabora.

Newsletter do Colabora

Nossa newsletter é enviada de segunda a sexta pela manhã, com uma análise do que está acontecendo no Brasil e no mundo, com conteúdo publicado no #Colabora e em outros sites.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *