• Em 2016 foram quase dez mil casos registrados de roubo de cargas. As favelas, da Zona Note à Zona Sul, são as mais prejudicadas com o desabastecimento. Foto de Tasso Marcelo/AFP

    Publicado em

    Onde as compras não chegam

    Diz um velho ditado popular que pior do que roubar é roubar e não poder carregar. E o que dizer daqueles que trabalham, compram, pagam e não recebem? Pois essa tem sido uma realidade cada vez mais comum no Rio de Janeiro e nas cidades da região metropolitana.  Cariocas e fluminenses se tornaram reféns da […]

    Leia mais

  • Publicado em

    Um Rio de favelas

    Do alto, o Rio de Janeiro é um mar de concreto, onde se misturam prédios, condomínios e barracos, escalando as encostas, formando um conjunto difícil de distinguir. Comunidades inteiras sem uma única árvore, sem saneamento, sem qualquer sinal do poder público, sem qualidade de vida. Domínios do tráfico e das milícias. Esta é uma pequena […]

    Leia mais

  • De acordo com a OTT, neste início de 2017 já tivemos 1238 tiroteios e 101 arrastões em todo o estado. Foto de André Teixeira

    Publicado em

    Onde tem tiroteio?

    Alguém disse que o Brasil não é para amadores – e o Rio levou o aforismo ao extremo. Atualmente, ter cuidado com os locais por onde se anda, fazer os caminhos corretos e fugir das áreas de risco está na ordem do dia. Mas nem sempre isso é fácil. Com tiroteios, arrastões e problemas de […]

    Leia mais

  • Eliana chegou à Maré aos 7 anos e aos 22 se tornou a primeira mulher presidente da Associação de Moradores de Nova Holanda – uma das 16 comunidades do complexo de favelas, onde vivem 140 mil pessoas. Foto Divulgação

    Publicado em

    História de luta na Maré

    Desde os anos 1980, o nome de Eliana Sousa Silva se confunde com os projetos de infraestrutura, moradia, educação, arte-cultura e segurança no Complexo de Favelas da Maré, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Paraibana de 54 anos, Eliana chegou à Maré aos 7 anos e aos 22 se tornou a primeira mulher presidente […]

    Leia mais

  • Publicado em

    Mais parece o céu no chão

    Uma grande selfie das comunidades do Rio, feita por quem está dentro delas. Talvez esta seja a melhor definição de “Favelagrafia”, projeto que está em cartaz e vai até dezembro no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM). São nove fotógrafos, com muitas ideias na cabeça e apenas um iPhone SE nas mãos. […]

    Leia mais

  • População de baixa renda vem sendo atendida por programas como o Minha Casa Minha Vida, mas segue vivendo em cidades segregadas

    Publicado em

    Tem internet, celular e TV a cabo, mas falta saneamento

    Já dissemos várias vezes, aqui no Projeto Colabora, que não há infraestrutura mais atrasada no Brasil do que a falta de saneamento básico. A falta de água tratada, coleta e tratamento de esgotos assola milhões de brasileiros, como apontam os dados do SNIS 2014 (Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento Básico). Temos cerca de 35 […]

    Leia mais

  • Um"local friend" mostra a paisagem no Centro do Rio para uma turista

    Publicado em

    Viajando com um nativo

    É sempre uma delícia programar férias para visitar um lugar onde você nunca esteve, seja no Brasil ou, se o orçamento permitir, no exterior. Mas os dias de dolce far niente podem reservar ciladas para os turistas incautos. Principalmente se não tiverem o hábito de se aventurar sozinhos por terras desconhecidas: tem aquele city tour […]

    Leia mais

  • A proximidade dos assentamentos irregulares dos cursos d`água torna a situação ainda mais grave

    Publicado em

    Favelas de SP: só 8,2% de coleta de esgoto

    A situação do saneamento básico no Brasil é vergonhosa. Podemos dizer que, de todas as mazelas sociais e ambientais do país, talvez nada se compare ao descomunal impacto à natureza e ao cidadão causado pela ausência da infraestrutura mais elementar – os serviços de água tratada e de coleta e tratamento dos esgotos. Dados do […]

    Leia mais

  • Publicado em

    A política habitacional e o apartheid social

    Soa bastante óbvio dizer que urbanistas e planejadores urbanos devem abordar temas como transporte, habitação e emprego de maneira conjunta. No entanto, durante grande parte do século 20 não foi isso que aconteceu. O que predominou foi a separação entre usos e circulação, resultando na triste realidade que vemos hoje no Brasil: cidades com mobilidade […]

    Leia mais