• Publicado em

    Múltiplas faces do feminismo

    Dríade Aguiar, da Mídia Ninja, dá um depoimento emocionante sobre a solidão da mulher negra: sua avó, sua mãe e sua tia lutaram para criar os filhos sozinhas. Quando trabalhava no Ministério da Cultura, nas reuniões, sentava-se no fundo da mesa, onde todos os outros integrantes eram homens. Tinha que levantar o dedo, pedindo licença […]

    Leia mais

  • Publicado em

    Os furacões e o machismo

    Até a década de 1970, furacões tinham apenas nomes femininos. Meteorologistas achavam-nos apropriados pois os fenômenos eram associados à “imprevisibilidade das mulheres”, numa época em que o movimento feminista ainda ganhava corpo. Para acabar com o sexismo, a Organização Meteorológica Mundial passou a incluir também nomes masculinos nas listas. Desde então, há um equilíbrio entre […]

    Leia mais

  • Profile of young woman with dreadlocks, finger to mouth. Foto de Russ Rohde/ Cultura Creative/ AFP

    Publicado em

    Igualdade de vozes

    É praticamente impossível para uma mulher concluir seu pensamento. A narrativa feminina costuma ser interrompida incontáveis vezes em situações cotidianas, seja em uma conversa informal, seja em uma reunião de trabalho. O autor é invariavelmente um homem. Considerado um comportamento machista, o fenômeno passou a ser estudado e foi batizado de manterrupting, uma palavra criada […]

    Leia mais

  • Publicado em

    Machismo na ponta da língua

    É muito comum, nas minhas aulas de inglês, ouvir alunos brasileiros falarem de seus “fathers”. Na minha cabeça surge a imagem de dois homens, e me pergunto se, de repente, o aluno foi criado por um casal do sexo masculino. E quando falam de seus “brothers”? Pergunto se eles, além de “irmãos” também têm irmãs. […]

    Leia mais

  • A modelo canadense Winnie Harlow posa para as fotos durante um evento em Londres. Foto de Daniel Leal-Olivas/AFP

    Publicado em

    A publicidade caiu na real

    No tempo em que o biscoito Tostines vendia mais porque era sempre fresquinho, a “família margarina” ainda se reunia à mesa. Do lado de cá da TV, no início dos anos 80, a gente idealizava a perfeição: papai, mamãe e suas crianças louras comiam biscoito besuntado e, claro, eram lindos e saudáveis. Nesta mesma época, […]

    Leia mais

  • Festa To Morro Land, onde os produtores acreditam que as mulheres devem ser tratadas como qualquer cliente. Foto de Divulgação

    Publicado em

    Mulher não paga. Por quê?

    Mesmo local, mesma música e mesmo bar, mas preços distintos na hora de entrar. Afinal, por que algumas festas no Rio de Janeiro cobram valores diferentes de homens e de mulheres nos seus ingressos? Na visão de algumas meninas que frequentam esses espaços, o machismo é a principal explicação. – Entendo que os preços são […]

    Leia mais

  • Publicado em

    Pós-graduação em machismo

    Você explica uma vez, fala de novo, repete o argumento, e, mesmo assim, não consegue se fazer entender. Pode até parecer uma situação absolutamente normal, numa conversa em grupo. Mas alguma coisa está fora da ordem quando vira uma cena cotidiana no ambiente de trabalho, em que os interlocutores, quase todos homens, não parecem dar […]

    Leia mais