Compartilhar, , Google Plus, Linkedin, Whatsapp,

Imprimir

Publicado em

Festival 3i reúne jornalistas de oito países no Rio

Confira a programação completa do evento


Festival 3i: evento vai discutir os rumos do jornalismo no Rio (Foto: Divulgação)

O #Colabora agora faz parte do Festival 3i – Jornalismo Inovador, Inspirador e Independente, evento que está de volta ao Rio de Janeiro com uma programação ainda maior. Serão três dias de programação, entre 18 e 20 de outubro, e os ingressos já estão à venda. Além do Brasil, o evento vai receber jornalistas do México, Argentina, Colômbia, Peru, Costa Rica, Espanha e Estados Unidos para debater o futuro da área.

Entre os convidados internacionais estão Glenn Greenwald, do The Intercept, Maria Teresa Ronderos, do recém lançado Centro Latinoamericano de Investigación Periodística (CLIP), Millie Tran, do New York Times, Esther Alonso, do jornal espanhol El Diário, Giannina Segnini, da Universidade de Columbia, Tania Montalvo do site mexicano Animal Político, Ariel Merpet, do Chequeado (Argentina), Nelly Amancio do Ojo Público (Peru) e Darryl Holliday, do City Bureau, de Chicago.

O conselho curador do Festival 3i é composto pelos veículos nativos digitais ((o))eco, Agência Lupa, Agência Pública, Congresso em Foco, ÉNois, Jota, Marco Zero Conteúdo, Nexo, Nova Escola, Poder360, Ponte Jornalismo, Projeto #Colabora e Repórter Brasil. O evento tem o Google News Initiative como parceiro-fundador e o Facebook como parceiro.

Serão oito painéis, quatro em cada dia. A organização do Festival elegeu os temas mais relevantes para o jornalismo atual, como desinformação, vazamentos, colaboração entre veículos, os riscos da profissão, dados e tecnologia e modelos de negócio. Cada conversa terá três participantes e um mediador. 

A sexta-feira será dedicada a workshops e o sábado e o domingo a mesas de discussão e exposições. Primeiro festival no continente voltado para a inovação no jornalismo digital, todas as sessões enfocam soluções criativas e inspiradoras.   

As oficinas serão dadas pelas organizações do conselho curador do Festival 3i e por parceiros. Os temas foram escolhidos levando em conta os maiores desafios enfrentados por jornalistas atualmente: fact-checking, Lei de Acesso à Informação, cobertura de protestos, elaboração de projetos, produção de podcasts, segurança digital, produção de vídeos, jornalismo investigativo e leitura crítica de mídia.

Todos os ingressos para o Festival 3i dão direito à participação nas mesas do sábado e do domingo, além da palestra de abertura na sexta-feira. Para participar dos workshops é necessário comprar um ingresso especial que dá direito à inscrição em uma das nove oficinas. Com 25 vagas cada uma, elas terão exercícios práticos e duração de três horas. A escolha do workshop deve ser feita no ato da compra, pela própria plataforma de venda de ingressos. 

Os ingressos estão disponíveis online pela plataforma Sympla. A entrada inteira custa R$ 270, meia-entrada R$ 135. Os ingressos que incluem participação em workshop são R$ 320 e R$185 a meia-entrada.

Associados da Abraji, do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro e da Associação Brasileira de Imprensa têm desconto especial.  

 

Programação Festival 3i 2019

Sexta-feira, 18/10

Workshops

10h – 13h – Princípios do Fact-checking 

com Natália Leal, diretora de conteúdo da Agência Lupa 

Workshop voltado para conhecer as técnicas e ferramentas básicas do fact-checking. 

10h – 13h – Aprendendo a fazer pedidos pela Lei de Acesso à Informação

com Marina Atoji, gerente-executiva da Associação Brasileira de  de Jornalismo Investigativo (Abraji) 

Workshop voltado para introduzir os alunos aos conceitos e primeiros passos para obter informações de órgãos públicos via LAI.  

10h – 13 – Como cobrir protestos 

com Daniel Arroyo da Ponte Jornalismo 

Workshop voltado para a cobertura de protestos de rua, incluindo dicas de segurança e proteção.  

10h – 13h – Como escrever um projeto

com Nina Weingrill da Énois 

Diretora da organização que tem mais de 10 anos vai explicar o passo-a-passo para um bom projeto jornalístico pontual conseguir financiamento.  

14h – 17h – Como fazer um Podcast  de sucesso

com José Orenstein, do Nexo 

O editor executivo do Nexo vai falar de um dos podcasts mais influentes atualmente, o Durma Com Essa e contar o que é necessário para fazer um podcast de sucesso.  

14h – 17h – Segurança Digital para jornalistas

com Lucas Teixeira da Escola de Dados

Como guardar e  transportar conteúdos sensíveis e se comunicar com segurança para jornalistas que lidam com investigações. 

14h – 17h – Como fazer vídeos para online

com Ana Aranha da Repórter Brasil

Diretora do documentário Jaci, vencedor do prêmio Gabriel García Márquez de Jornalismo em 2016, vai explicar o que faz um bom vídeo online para viralizar nas redes.    

14h – 17h – Iniciação à reportagem investigativa

com Elvira Lobato e Natalia Viana, da Agência Pública 

 A premiada jornalista Elvira Lobato vai revisar algumas das suas reportagens mais relevantes mostrando como foi feito o passo a passo da investigação. 

14h – 17h – Leitura Crítica de Mídia e Conteúdos Online  

com Laércio Portela, editor da Marco Zero

Numa época em que sobra desinformação, esse workshop vai ensinar os princípios para uma leitura inteligente e crítica da imprensa e de sites

19h – Abertura do Festival 3i 2019

 

Sábado, 19/10

10h-11h30 – Quem está vencendo a desinformação

Apresentada por Agência Lupa e Nova Escola 

Como diferentes iniciativas de educação midiática conseguem produzir contra-informação verdadeira e combater a onda de notícias falsas. A boa nova: podemos vencer

Mediador – Gilberto Scofield, Agência Lupa 

Tania Montalvo, Animal Político (Peru)

Adriana Barsotti, professora da pós e da graduação da ESPM-Rio com pós-doc em news literacy

“Hache” Ariel Merpet, Chequeado (Argentina)

 

13h-14h30 – A urgência da colaboração jornalística 

Apresentada por #Colabora e Agência Pública 

As dificuldades, experiências e oportunidades no trabalho jornalístico conjunto

Mediador –Agostinho Vieira, Projeto #Colabora

Maria Teresa Ronderos, Centro Latinoamericano de Investigación Periodística (CLIP) 

Katia Brasil, Amazônia Real 

José Roberto de Toledo, revista piauí, membro do ICIJ 

 

15h-16h30 – Quando o repórter vira alvo

Apresentada por O Eco e Congresso em Foco

Riscos físicos, legais e online ao jornalismo investigativo

Mediador – Samantha do Carmo, Congresso em Foco

Fabiano Maisonnave, Folha de S. Paulo

Nelly Luna Amancio, Ojo Público (Peru)

Chico Otávio, O Globo 

 

17h-18h30 – O trabalho do jornalista: vazamentos, prospecção de dados e tecnologia 

Apresentada por Agência Pública e Repórter Brasil 

Boas práticas do jornalismo investigativo dos novos tempos e como o jornalista pode tirar delas histórias de impacto 

Mediador –  Natalia Viana, Agência Pública   

André Campos, Repórter Brasil 

Glenn Greenwald, The Intercept 

Giannina Segnini, Columbia University Data Journalism/Investigative Journalism 

 

Domingo, 20/10

10h-11h30 – Chegando até a audiência

Apresentada por Nexo

Projetos que inovaram na maneira de alcançar e inovar novos públicos

Mediadora: Paula Miraglia, Nexo 

Millie Tran, New York Time

Christiano Nygaard, Infoglobo, Valor Econômico e Editora Globo (a confirmar)

Jaqueline Amaral, Artplan (a confirmar) 

 

13h-14h30 – A receita dos novos modelos no jornalismo

Apresentada por Poder 360

Como veículos jornalísticos com modelos de negócios inovadores estão encontrando novas fontes de receita e que portas a tecnologia pode abrir nesse processo.

Mediador: Mateus Netzel, Poder360 

Esther Alonso, El Diario.es (Espanha)

Tiago Barra, Cappra Institute for data Sciences

Rogério Galindo, Plural.jor

 

15h-16h30 –Quem tem voz nas redações? 

Apresentada por Marco Zero Conteúdo e Ponte Jornalismo

Como as organizações digitais trabalham internamente com suas equipes e quais os desafios para ampliar a diversidade nas redações

Mediadora:Carolina Monteiro, Marco Zero Conteúdo

Coletivo La Garganta Poderosa (Argentina)

Andre Santana, Mídia Étnica, Portal Correio Nagô 

Paula Cesarino Costa, editora de Diversidade da Folha de S.Paulo 

 

17h-18h30 – Como cobrir a cidade fora das redações tradicionais 

Apresentada por Ponte e Énois

Os desafios de tornar o jornalismo mais democrático e acessível – e por que essa transformação deve ser uma prioridade hoje.

Mediadora: Maria Teresa Cruz, da Ponte Jornalismo

Darryl Hollyday, City Bureau (Chicago) 

Raull Santiago, Coletivo Papo Reto 

Elvira Lobato, publicou reportagens sobre desertos de notícias dentro dos territórios de MG e Alagoas 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *