Virada de olho no desenvolvimento sustentável

Fórum de debates com foco em ODSs é atração central de evento no Rio que promove mais de 400 atividades durante quatro dias

Por Carolina Moura | ods11 ods13 ods17 • Publicada em 18 de outubro de 2019 - 20:07 • Atualizada em 19 de outubro de 2019 - 18:21

Virada Sustentável em sua terceira edição no Rio de Janeiro: fórum com 80 especialistas e mais de 400 atividades (Foto: Divulgação)
Virada Sustentável em sua terceira edição no Rio de Janeiro: fórum com 80 especialistas e mais de 400 atividades (Foto: Divulgação)
Virada Sustentável em sua terceira edição no Rio de Janeiro: fórum com 80 especialistas e mais de 400 atividades (Foto: Divulgação)

Cerca de 80 especialistas e ativistas vão marcar presença no Fórum Virada Sustentável, evento com dois dias de palestras na Casa Firjan, que é atração principal da Virada Sustentável 2019 no Rio de Janeiro, que começa nesta quinta (17), com mais de 400 atividades espalhadas por seis cidades do estado.  No fórum na Casa Firjan, em Botafogo (Zona Sul,  são 16 painéis – oito na sexta (18/10) e oito no sábado (19/10) com relação direta aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) – agenda da ONU para o planeta e a humanidade até 2030.

LEIA MAIS: Presentes para um Natal sustentável ou solidário

LEIA MAIS: Dez passos para o desenvolvimento sustentável do Rio

A Casa Firjan concentra os eventos ao lado do Parque Lage (Jardim Botânico) e o Sesc-Tijuca, mas a 3ª edição da Virada Sustentável no Rio, que vai até domingo (20/10) tem atividades também em bairros como Sepetiba e Campo Grande, na Zona Oeste; Ramos e Madureira, na Zona Norte, além de outras cinco cidades da Região Metropolitana: Niterói, São Gonçalo, Nova Iguaçu, Duque de Caxias e São João do Meriti. Eventos relacionados a moda, teatro, dança, empreendedorismo, educação, saúde e bem estar, além de uma extensa lista de atividades para o público infantil estão na programação (lista completa aqui).

Todos os painéis do Fórum Virada Sustentável serão de acordo com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Temos grandes nomes que vão falar e trocar ideias sobre diversos temas, de meio ambiente até violência

Renato Saraiva
Coordenador da Virada Sustentável

O Fórum Virada Sustentável debaterá questões atuais e urgentes, como conservação da Amazônia, mudanças climáticas, preservação dos oceanos e recursos hídricos, pesca sustentável, ativismo midiático e juvenil, liberdade de expressão artística e cultural, segurança pública, diversidade e equidade, potência das favelas, educação para sustentabilidade, mobilização social, economia circular, empreendedorismo feminino e alimentação.  “Todos os painéis serão de acordo com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Temos grandes nomes que vão falar e trocar ideias sobre diversos temas, de meio ambiente até violência, e é importante lembrar que é aberto a todos”, disse Renato Saraiva, coordenador da Virada Sustentável.

Nesta sexta, vão passar pelos debates Casa Firjan o jornalista André Trigueiro, a diretora de Sustentabilidade da Enel Brasil, Márcia Massotti, vice-presidente da Rede Brasil do Pacto Global, Kaká Werá, escritor e educador indígena, e a arquiteta Taina de Paula Kapaz, do Projeto Brasil Cidades, que dividirão o painel de abertura. Ane Alencar, do IPAM (Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia), Anna Terra Yawalapiti, da Associação Terra Indígena do Xingu e Maria Fernanda Lemos, do IPCC  (Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas) participam do painel Amazônia e Mudanças Climáticas.

A organização do Fórum Virada Sustentável estima que mais de mil pessoas circularão entre dois espaços – Auditório da Casa Firjan e o Lab Cocriação – que receberão, cada um, quatro painéis por dia. “Os ODSs são uma agenda mundial e há um conjunto de indústrias no Rio de Janeiro já alinhadas a essa tendência, adotando boas práticas empresariais para colocar as iniciativas em ação. EsA Virada Sustentável é inclusiva, abrangente e social e tem o mesmo objetivo que o nosso, que é o de não deixar ninguém para trás”, afirma Jorge Peron, Gerente de Sustentabilidade da Firjan (Federação das Indústrias do Rio), que participará do painel Água e Saneamento, nesta sexta-feira, 

 

Compartilhe

Carolina Moura

Jornalista com interesse em Direitos Humanos, Segurança Pública e Cultura. Já passou pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), Jornal O DIA e TV Bandeirantes. Como freelancer já colaborou com reportagens para Folha de São Paulo, Al Jazeera, Ponte Jornalismo, Agência Pública e The Intercept Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *