Compartilhar, , Google Plus, Linkedin, Whatsapp,

Imprimir

Publicado em

Janelas urbanas

Um passeio inusitado pelos diversos enquadramentos da cidade


Uma das muitas vistas deslumbrantes do Rio enquadrada pela lente de Custódio Coimbra
Uma das muitas vistas deslumbrantes do Rio enquadrada pela lente de Custódio Coimbra

Pelo recorte, a composição e o enquadramento, a fotografia é feita de muitas janelas, janelas de olhar e apreciar. No flanar iconográfico, vamos encontrar imagens fixas, tomadas com serenidade e paciência de janelas-mirantes. Elas estão nos fortes da Baía de Guanabara, nos campanários das igrejas, no pano de vidro do Museu de Arte Contemporânea, nos espigões de concreto e na casa da favela, que se equilibra no alto do morro.

O Rio enquadrado

  • Janela (1)
  • Janela (2)
  • Janela (3)
  • A famosa e disputada vista do Bondinho do Pão de Açúcar. Foto Custódio Coimbra
    Janela (4)/Custodio Coimbra
    A famosa e disputada vista do Bondinho do Pão de Açúcar. Foto Custódio Coimbra
  • Janela (5)
  • Janela (6)
  • Janela (7)
  • Janela (8)
  • Janela (9)
  • Janela (10)
  • Janela (11)
  • Janela (12)
  • Uma das muitas vistas deslumbrantes do Rio enquadrada pela lente de Custódio Coimbra
    Janela (13)/Custodio Coimbra
    Uma das muitas vistas deslumbrantes do Rio enquadrada pela lente de Custódio Coimbra
  • Janela (14)
  • Janela (15)
  • Janela (16)
  • Janela (17)
  • Janela (18)
  • Janela (19)
  • Janela (20)
  • Janela (21)
  • Janela (22)
  • Janela (23)
  • Janela (24)
  • Janela (25)
  • Janela (26)

Vamos encontrar também imagens em movimento, capturadas de janelas-andantes. Lá vai o bondinho do Pão de Açúcar, vem vindo o trenzinho do Corcovado, passa o carro, segue o ônibus, avança a composição pelos caminhos de ferro que desbravam os subúrbios. Há sempre uma imagem a espreitar, a respirar, a inspirar.

A famosa e disputada vista do Bondinho do Pão de Açúcar. Foto Custódio Coimbra
A famosa e disputada vista do Bondinho do Pão de Açúcar. Foto Custódio Coimbra

Escrito por Custodio Coimbra

Custodio Coimbra

Fotógrafo de imprensa há 36 anos, Custodio Coimbra, 61 anos, passou pelos principais jornais do Rio e há 25 anos trabalha no jornal O Globo. Nascido no Rio de Janeiro, é hoje um artista requisitado entre colecionadores do mercado de fotografia de arte. Além de fotos divulgadas em jornais e revistas mundo afora, participou de dezenas de mostras coletivas no Brasil e no exterior. Tem sua obra identificada com a história e a paisagem do Rio de Janeiro.

20 posts

Um Comentário

Deixe uma mensagem
  1. Olá Custodio, sou aluna de Jornalismo da Universidade do Grande Rio e na disciplina de Fotografia, ministrada pelo professor João Carnavos, nos foi orientado que fizéssemos um trabalho sobre repórteres fotográficos que ainda atuam no mercado. Minha dupla e eu nos interessamos muito pelo seu trabalho e acompanhamos seus registros por todo o estado do Rio de janeiro, e gostaríamos de saber se nós concederia uma breve entrevista, sendo ela presencial ou via vídeo conferência ou até mesmo por telefone. É um instrumento de avaliação importante. A entrega da entrevista tem um prazo curto, se puder responder o quanto antes este comentário fico grata. Desde já agradeço a atenção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *