Compartilhar, , Google Plus, Linkedin, Whatsapp,

Imprimir

Publicado em

Você conhece algum terraplanista?

Eles existem, acreditam que a Terra é plana e vão fazer um Congresso


A fé dos terraplanistas está baseada num fato indiscutível: a burrice. Ilustração
A fé dos terraplanistas está baseada num fato indiscutível: a burrice. Ilustração

Olá Terraplanistas

Convidamos a todos a Participar do 1º Congresso Brasileiro Terra Plana no Brasil

Organizado pela ACADEMIA BRASILEIRA DE TERRAPLANISTAS.

CONGRESSISTAS – OFICINAS – EXPOSIÇÕES E EXPERIMENTOS

Por apenas R$ 40,00 o ingresso você ainda ganha um relógio de parede da Terra plana. Acompanhantes pagam R$ 15,00 reais por pessoa
Obs: Essa Promoção só é válida até o término do 1º lote ou até a data de 15/02

INGRESSOS SOMENTE ATRAVÉS DO E-MAIL CONGRESSOTERRAPLANA@GMAIL.COM

Por apenas R$ 40,00 o ingresso você ainda ganha um relógio de parede da Terra plana. Acompanhantes pagam R$ 15,00 reais por pessoa
Obs: Essa Promoção só é válida até o término do 1º lote ou até a data de 15/02

 Tem a astrologia, tem os florais de Bach, tem o ET de Varginha. Para tudo isso você precisa de fé e de ingenuidade. Alguma fé e muita ingenuidade. Cada religião dessas cultua algo duvidoso que, se não tem nenhuma evidência séria a favor, também não existem provas definitivas contra. Pode ser que a posição de Saturno e Marte na hora do seu nascimento tenha influenciado a preferência por Coca em vez de Pepsi. Vai saber. Ou, então, que a essência de meia dúzia de flores tenham mesmo curado as crises de ansiedade daquela tia estranha, que agora só ouve as vozes na cabeça, já não conversa com elas. Pode ser. O importante para essas seitas é que você tenha fé em algo e que ninguém saiba se existe mesmo.

Já para os terraplanistas é mais complicado. Você precisa ter fé numa certeza. Que não é uma essência floral, um ser do espaço ou mesmo uma conjunção astral. A fé deles está baseada num fato indiscutível: a burrice. No caso, a própria.

Qualquer pessoa normal iria duvidar da existência de um “Congresso Terra Plana”.  Qual o problema desses mentecaptos? Eles não têm acesso a telescópios? Nunca viajaram de avião? Não tiveram três refeições por dia na infância?

Nada disso, o problema é a Internet. Antes da comunicação total, a família, os amigos, a realidade, todos evitavam que uma ideia completamente estapafúrdia fosse além dos neurônios estropiados de um infeliz. O problema é que agora, qualquer estupidez se espalha rápido como rastilho de pólvora. Um sequelado, por exemplo, tem um surto de burrice e passa a achar que a terra é plana. Antes de ser devidamente ridicularizado por alguma pessoa normal ele vai pro computador, pro tablet, pro celular e logo descobre outro parvo que mora na Finlândia e que acha que além de plana, a Terra tem um domo por cima. Estes dois retardados acham um terceiro néscio, na Austrália, que propõe que esse disco e seu domo são cercados por uma muralha de gelo. Formam uma comunidade, que por sua vez chama a atenção de três patetas em Madagascar, que acreditam num mundo secreto além da barreira de gelo do mundo plano. Assim, pouco a pouco todos os imbecis do planeta vão se conectando, intercambiando suas asneiras e formando uma massa compacta e inexpugnável de cretinice, onde são fermentadas ideias tão bizarras que espantariam até um eleitor fiel do Bolsonaro.

Aconteceu a mesma coisa com o criacionismo. Era tratado como um delírio de religiosos fundamentalistas, que achavam, com o fervor que lhes é característico, que o mundo foi criado há seis mil anos atrás. Pelo deus deles, é claro. Ou seja, os faraós egípcios foram contemporâneos de tiranossauros e pterodáctilos, para citar apenas uma das incongruências dessa teoria disparatada. Só que esses ignorantes se uniram, ganharam força e agora impõe sua maluquice nas escolas pelo mundo afora.

A fábrica de idiotas não para nunca e trabalha em três turnos.

Os terraplanistas estão no mesmo caminho. Esse Congresso da Terra Plana é apenas o começo. Logo teremos a Convenção da Terra Triangular e o Simpósio do Mundo Quadrado.

Então todos aqueles poucos privilegiados com um QI acima de cinquenta, que haviam passado incólumes por extraterrestres mineiros, florais inócuos e planetas mediúnicos serão obrigados por lei a admitir que nosso planeta é qualquer coisa menos uma esfera.

E as hordas terraplanistas seguirão felizes, zurrando rumo ao precipício que nos cerca.

Que, infelizmente para eles, não é literal.


Escrito por Leo Aversa

Leo Aversa

Leo Aversa fotografa profissionalmente desde 1988, tendo ganho alguns prêmios e perdido vários outros. É formado em jornalismo pela ECO/UFRJ mas não faz ideia de onde guardou o diploma. Sua especialidade em fotografia é o retrato, onde pode exercer seu particular talento como domador de leões e encantador de serpentes, mas também gosta de fotografar viagens, especialmente lugares exóticos e perigosos como Somália, Coréia do Norte e Beto Carrero World. É tricolor, hipocondríaco e pai do Martín.

94 posts

4 Comentários

Deixe uma mensagem
  1. Suas palavras se encaixam perfeitamente no que é ser terraplanista. Para mim é completo idiota, com dificuldades de entender coisas que uma criança entende. Negacionismo ao extremo, não conseguem formar ou apresentar uma ideia lógica do que eles querem provar. Na real eles são um bando de jumentos !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *