Belo Monte

Entrada aleatória RSS

  • Publicado em

    No topo do Mapa da Violência

    Com 108 mil habitantes, 30% a mais do que possuía antes de ter sua rotina virada do avesso pela construção da usina hidrelétrica de Belo Monte, Altamira, no Pará, está no topo do ranking das cidades mais violentas do país. A cidade do Norte do país tem taxa de 107 homicídios por 100 mil habitantes – […]

    Leia mais

  • Publicado em

    O que está em jogo no Xingu

    Desenvolvimento econômico ou proteção do meio ambiente? Empregos ou preservação de um estilo de vida tradicional? Geração de renda ou natureza intocada? Os moradores da região de Altamira, Senador José Porfírio e Vitória do Xingu, cidades situadas na chamada Volta Grande do Rio Xingu, enfrentam estas questões desde a construção da Usina de Belo Monte, […]

    Leia mais

  • Índios Munduruku podem ter suas terras ameaçadas se forem aprovadas novas usinas no rio Tapajós

    Publicado em

    Fábrica de Marianas

    Lembram do grito de guerra das feministas nas manifestações pré-impeachment? “Ai,ai,ai, ai,ai , empurra o Cunha que ele cai”. Elas tinham razão. O  presidente da Câmara caiu, mas seus aliados fortaleceram-se e impulsionam a pauta conservadora tocada pela bancada do boi, da bala e da bíblia, com a bênção dos interinos no Planalto. Agora superpoderosos, […]

    Leia mais

  • Mulheres atravessam o Xingu de canoa. Na região, além da população ribeirinha existem 26 povos indígenas que falam 24 idiomas

    Publicado em

    A economia da floresta em pé

    Empresas e mercados estão contribuindo de forma surpreendente para a luta contra os ataques a uma das maiores e mais ricas áreas protegidas do mundo, o corredor do Xingu de diversidade socioambiental, com 28 milhões de hectares. É uma superfície superior à do Estado de São Paulo, composta por um mosaico de Terras Indígenas e […]

    Leia mais

  • Publicado em

    Os cortadores de cabeça

    Eles ainda mantêm muito dos seus costumes, sua língua, seus rituais, enfim, sua cultura intacta. Exceto a prática que os transformou num dos povos indígenas mais temidos da Amazônia: a de cortar a cabeça dos inimigos tombados em guerras. Clique ou toque na imagem para conhecer esta história. Se estiver usando o celular, prefira a […]

    Leia mais

  • Publicado em

    Os bons ventos da energia eólica

    Na história da humanidade, houve avanços civilizatórios provocados pela pressão da escassez, enquanto outros ocorreram em função dos conhecimentos científicos e tecnológicos aperfeiçoados pela inventividade racional. Nessa segunda perspectiva, pode-se dizer, com toda certeza, que “a Idade da Pedra não acabou por falta de pedras”. A inteligência e a observação humana deflagraram a Revolução Agrícola, […]

    Leia mais