• Publicado em

    Salve o compositor popular!

    (Texto de Cristina Chacel) – Para tudo que é carnaval. O carioca mais desiludido sai do armário e desencanta. Vai pra rua, atrás dos muitos cordões que fazem da cidade um caldeirão de irreverência e impertinência. Um encontro de devires efervescentes, encarnações inesperadas, identidades desdobradas. Blocos transbordam gente. A ordem é desarrumar, provocar, criticar, debochar, […]

    Leia mais