Projeto

#Colabora é um projeto jornalístico. Seria ótimo se essa frase bastasse, se resumisse tudo. Infelizmente, isso não quer dizer muita coisa. Então vamos contar mais. Não tem fins lucrativos e nem qualquer vinculação partidária. Agora já ficou um pouco diferente. Mas também não é só isso. Ele nasce da certeza de que é preciso enfrentar a ideia do Eu, do Aqui e do Agora. Um conceito que tem dominado boa parte das conversas e das decisões que nos cercam. Preferimos o Nós, em Qualquer Lugar, a Qualquer Hora. Queremos trocar o Faça Você Mesmo pela Construção Coletiva. Simplesmente porque é melhor, mais inteligente e bem mais divertido. Temos muitas dúvidas a respeito de quase tudo e algumas poucas certezas. Entre estas, a de que o mundo não se divide entre mocinhos e bandidos. Somos todos, ao mesmo tempo, bons e maus.

Estamos apostando todas as nossas fichas exatamente na porção boa de cada um. Colaboração é o nome do jogo. Nosso site é apenas um ponto de partida. Estaremos no Facebook, no Twitter, no Linkedin, no Youtube e onde mais os nossos leitores e colaboradores estiverem. Neste espaço é possível colaborar com ideias, sugestões, críticas, denúncias, artigos e muito mais. Afinal de contas, a colaboração não tem margens, não tem fronteiras.

Vamos falar sobre sustentabilidade, no sentido amplo.  Incluindo o enorme desafio da inclusão social. Temas como aquecimento global, saneamento, energia, água, biodiversidade, florestas e mobilidade urbana serão recorrentes por aqui. Queremos provar que a sustentabilidade vai muito além dos bichinhos e das plantinhas.  Ela está em toda parte. Também vamos dar uma importância grande à revolução que a economia colaborativa vem provocando no mundo. Assim como criamos um espaço especial para acompanhar e avaliar o trabalho das instituições do terceiro setor no Brasil. O “Mapa das ONGs” mostra o que elas estão fazendo com o dinheiro que recebem e tenta identificar quais são as mais eficientes, sólidas, transparentes e boas de gestão.

No fundo, para sermos realmente honestos, o nosso grande objetivo é incentivar empresas, governos e, principalmente, o cidadão comum a explorar certos recursos naturais que têm sido pouco usados nos dias de hoje. Como a criatividade, a tolerância e a generosidade. Se isso for feito, correremos um risco muito sério de construir uma sociedade diferente.  Contamos com você. Colabora.

 

EQUIPENÚMEROS