Reportagem do #Colabora conquista 38º Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo

Refugiados recebem mantimentos em campo na Rota dos Bálcãs, na fronteira entre Bósnia e Croácia: situação desesperadora com frio abaixo de zero (Foto Matteo Placucci / Hans Lucas / AFP)

Série 'Refugiados encurralados no inferno da Bósnia', da jornalista Janaína Cesar, ficou com o primeiro lugar na categoria Reportagem

Por #Colabora | ODS 16 • Publicada em 3 de dezembro de 2021 - 17:51 • Atualizada em 26 de dezembro de 2021 - 17:18

Compartilhe

Refugiados recebem mantimentos em campo na Rota dos Bálcãs, na fronteira entre Bósnia e Croácia: situação desesperadora com frio abaixo de zero (Foto Matteo Placucci / Hans Lucas / AFP)

A série ‘Refugiados encurralados no inferno da Bósnia’, realizada pela jornalista Janaína Cesar para o #Colabora, venceu o 38º Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo, na categoria Reportagem. Durante duas semanas de inverno, a repórter acompanhou o drama de milhares de refugiados nas bordas da Europa, um drama agravado pelas fronteiras fechadas pela pandemia. Acampados na Bósnia já havia, no começo de 2021, uma maioria de afegãos. Mas a jornalistas também encontrou famílias vindas do Paquistão, da Síria, do Iraque e do norte da África: professores, jornalistas, policiais, operários, vendedores, estudantes e donas de casa.

O Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo foi instituído em 1984, pelo Movimento de Justiça e Direitos Humanos (MJDH), com a colaboração da
Ordem dos Advogados do Brasil/RS e a Associação dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do Rio Grande do Sul. Desde então, o prêmio tem o objetivo de estimular o trabalho dos profissionais de jornalismo na denúncia de violações, pela observância e defesa dos Direitos Humanos. A Regional Latinoamericana da União Internacional dos Trabalhadores da Alimentação (Rel-UITA), a Union to Union, instituição sueca que atua pelo fortalecimento dos sindicatos no mundo, e a Caixa de Assistência dos Advogados/RS também apoiam o Prêmio. Em 2021, foram inscritos mais de 200 trabalhos.

Composta por quatro reportagens, a série ‘Refugiados encurralados no inferno da Bósnia’ foi publicada pelo #Colabora em abril de 2021. Apesar da pandemia, a repórter Janaína Cesar acompanhou, em fevereiro, voluntários de uma ONG que partiu da Itália para dar assistência aos refugiados que enfrentavam o rigor do inverno europeu. A jornalista testemunhou as dificuldades, as restrições, a violência e os dramas das famílias estabelecidas em acampamentos improvisados. A série conquistou o primeiro lugar na categoria Reportagem: o 2º lugar ficou para Petróleo em Fernando de Noronha e Atol das Rocas, do repórter André Borges, do Estado de S. Paulo e o 3º para a reportagem ‘Qual é o critério desse auxílio? Foragidos da Justiça recebem benefício a vulneráveis durante pandemia’, das jornalistas Ideana Tomazelli e Gabriela Biló, também de o Estado de São Paulo.

Outros vencedores do 38º Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo foram ‘Sociedade da Intolerância’, da CNN Brasil, na categoria Televisão; ‘Quem foi Brilhante Ustra: sobreviventes traçam o perfil do torturador e especialistas analisam como a ditadura contaminou a democracia, de Theresa Klein e Leno Falk, da Agência Radioweb, de Porto Alegre, na categoria Rádio; ‘É quase escravo’, da jornalista Naira Hofmeister para o The Intercept Brasil (RJ), na categoria Online; ‘A Bolsa ou a Vida’, do cineasta Silvio Tendler para a Caliban Produções Cinematográficas (RJ) em Documentário; Dano Colateral, da jornalista Natalia Viana, publicado pela Editora Objetiva, na categoria Grande Reportagem (Livro); ‘Solidariedade zero e pandemia’, foto de João Ricardo Testa Giusti, publicada pelo Jornal Boca de Rua (RS) na categoria Fotografia; ‘Epistemicídio e apagamento estrutural do conhecimento africano’, de Gregorie Garighan Ribeiro, da UFRGS (categoria Acadêmico) e “A fé é morta”, de Georgia Pelissaro dos Santos, publicada na Voz (categoria Crônica), além de ‘A operação secreta Etiópia-Maranhão – A guerra dos operadores no ano da pandemia, de Wagner William Knoeller que venceu na categoria Especial.

#Colabora

Texto produzido pelos jornalistas da redação do #Colabora.

Newsletter do Colabora

Nossa newsletter é enviada de segunda a sexta pela manhã, com uma análise do que está acontecendo no Brasil e no mundo, com conteúdo publicado no #Colabora e em outros sites.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sair da versão mobile