• Publicado em

    Yanomami: quadrilha do ouro ilegal

    Uma distância de 4.756 km em linha reta separa a Avenida Paulista, centro financeiro do país, em São Paulo, da Terra Indígena Yanomami, em Roraima.  É de lá que sai boa parte do ouro vendido em muitas das instituições financeiras autorizadas pelo Banco Central (BC) a operar neste mercado. O metal nobre, considerado uma reserva […]

    Leia mais