• Apesar de continuar ruim, a situação da lagoa melhorou após 2006 com a construção de galerias e elevatórias pela Cedae. Foto de Custódio Coimbra

    Publicado em

    Lagoa nunca foi balneável

    Do ponto de vista geológico, duzentos anos não significam quase nada. Mas aos olhos humanos, é tempo suficiente para observar uma lagoa perder metade do seu espelho d’água, receber 170 mil moradores em seu entorno, atrair dezenas de projetos mirabolantes – inclusive alguns que previam a sua extinção – e, mesmo assim, se manter soberana […]

    Leia mais

  • Apenas uma bicicleta e um cartaz que homenageiam o médico Jaime Gold, morto no ano passado, permanecem no local

    Publicado em

    Lagoa sem 'violência'

    Pressionado por moradores da Lagoa, Heitor Wegmann, subprefeito da Zona Sul, mandou a Comlurb, a um mês do início das Olimpíadas, retirar da grade e da mureta que ficam na altura da Curva do Calombo cartazes contra a violência que estampavam nomes de vítimas que não foram mortas no bairro. Segundo a subprefeitura, os autores […]

    Leia mais

  • Publicado em

    A batalha diária por uma Lagoa mais limpa

    Há 40 anos, a Lagoa Rodrigo de Freitas era um monumento ao mau cheiro, oriundo da recorrente mortandade de peixes, mazela que parecia insolúvel ao olfato do cidadão. De lá pra cá, algumas obras no cinturão sanitário e a captação do esgoto das casas que ocupam as margens do rio dos Macacos, melhoraram bastante a situação. […]

    Leia mais