Maria Lucia Rangel

Maria Lucia Rangel

Chegou a pensar em ser artista plástica - cursou a Escola de Belas Artes - , mas logo se rendeu ao seu destino manifesto. Primeiro na redação do jornal Última Hora (foi uma das muitas crias de Samuel Wainer), depois no legendário Caderno B do Jornal do Brasil, onde entrevistou toda a fauna de Ipanema nos anos 70. De lá para a TV Globo foi um pulo. Foi repórter, editora e editora de cultura da Rede Globo. Trabalhou depois no Jornal da Tarde, O Dia e Folha de S.P. Hoje, colabora para diversas revistas. Foi pesquisadora e editora dos cancioneiros de Vinicius de Moraes e Tom Jobim e do livro “Mata Atlântica”, de Tom. Organizou o livro “Machado de Assis por Otto Lara Resende” e escreveu – com Tino Freitas – o livro “Aula de Samba”.

  • Posts: 1
  • Comentários: 0
  • Desde: